Tiago Iorc volta aos holofotes com ‘Reconstrução’, um dos melhores álbuns do ano

Após um ano e meio longe dos holofotes, Tiago Iorc nos entrega Reconstrução, álbum visual denso, maduro e com forte teor sexual em algumas faixas

0
267
portal-comenta-capa-do-lbum-reconstruo-de-tiago-iorc-tiago-iorc-volta-aos-holofotes-com-reconstruo-um-dos-melhores-lbuns-do-ano

Quando a gente aperta o play, já notamos que algo mudou. Na faixa que abre o álbum, Desconstrução, Tiago Iorc canta sobre uma pessoa que se molda para tentar agradar, para ter curtidas em redes sociais, mas que esconde uma depressão atrás de uma vida perfeita, algo bem comum nos dias de hoje.

As canções vão seguindo e toda a melancolia da primeira música está ali, mas também temos faixas com uma pegada mais pop, nos mostrando um som que que se distancia bastante do Troco Likes, lançado em 2015, e uma das faixas que evidenciam essa mudança é Fuzuê, uma das melhores do álbum.

Apesar de algo ter mudado, o Tiago Iorc que conhecemos ainda está lá. O sumiço de mais de um ano das redes fez bem para o artista, e podemos notar em canções como Sei e Bilhetes, que o cantor passou por uma fase conturbada que o fez se afastar dos holofotes, mas que agora está pronto para voltar.

Reconstrução é um álbum muito bem produzido, inspirado e com certeza vai matar a fome dos fãs que estavam sedentos por trabalho novo. Denso, melancólico e com um forte teor sexual em faixas como Faz, Tiago nos entregou um dos melhores álbuns de 2019.