Redescobrir – Capítulo 01

Confira as emoções do primeiro capítulo de Redescobrir, primeira novela escrita da coluna postada em 2017.

0
259
portal-comenta-redescobrir--captulo-01




CENA 1 – EXT. / CIDADE DE CURITIBA/PR – JARDIM BOTÂNICO – DIA.

Ao som de “How Would You Feel (Pean) – Ed Sheeran” vimos cenas intercaladas de ISABELA, RENAN, HELENA e JULIANA em um passeio no jardim botânico. Em algumas cenas podemos ver o sentimento de amor e carinho que ISABELA e RENAN sentem um pelo outro.  Corta para:

CENA 2 – EXT. / FACHADA DA CASA DE HELENA – DIA.

HELENA entra e deixa os três amigos se despedindo. JULIANA vai embora, deixando RENAN e ISABELA sozinhos.

ISABELA: Se eu fosse você ficava para almoçar com a gente.

RENAN: Minha mãe disse que daqui a pouco vai arrumar minhas coisas para eu me mudar de vez. (ele ri)

ISABELA: Não seria uma má ideia né?

Os dois entram em casa e HELENA ri ao ver RENAN.

ISABELA: O que foi mãe?

HELENA: Eu estava mesmo achando estranho ele ir pra casa.

RENAN: Você e minha mãe são muito parecidas.

HELENA: Talvez por isso a gente seja amigas há tanto tempo.

RENAN: Eu só preciso ligar para ela e avisar. Posso usar seu celular?

HELENA: Claro. Eu coloquei lá no quarto, pode ir pegar.

RENAN vai e ISABELA e HELENA ficam sozinhas.

HELENA: Eu vi você convidando ele para ficar.

ISABELA: E qual é o problema, mãe?

HELENA: Esse rapaz está do seu lado desde quando vocês usavam fraldas. É nítido que isso é mais que amizade.

ISABELA: Nós já conversamos sobre isso, né?

HELENA: Se vocês sentem algo a mais um pelo outro, não sei porque o medo de estragar tudo.

ISABELA: Eu não quero falar sobre esse assunto mãe.

HELENA abraça a filha e lhe dá um beijo na testa.

HELENA: Quando eu tinha sua idade, também complicava tudo.

RENAN volta e as duas mudam de assunto rápido. Corta para:

CENA 3 – INT. / CIDADE DE LAGUNA/SC – APARTAMENTO DE THIAGO/QUARTO – DIA.

THIAGO deitado na cama, sendo coberto apenas por um lençol. SORAIA sai do banheiro.

THIAGO: Você precisa mesmo ir?

SORAIA: Eu sai muito cedo, não posso arriscar. Otávio pode estranhar minha demora.

THIAGO: Eu não entendo como um homem pode ser tão idiota.

SORAIA: É só você olhar para mim que vai entender o motivo de ele se fazer de cego na maioria das vezes.

SORAIA vai até THIAGO e lhe dá um beijo provocante.

SORAIA: Não morra de saudades, baby.

SORAIA pega sua bolsa e vai embora. Corta para:

CENA 4 – INT. / CASA DOS MARINHO/SALA DE ESTAR – DIA.

SORAIA chega em casa e joga sua bolsa no sofá. Ela estranha não ouvir nem um barulho e vai até a cozinha. VALENTINA está preparando o almoço distraída e se assusta com a patroa.

VALENTINA: Que susto, dona Soraia. Não tinha visto a senhora chegar.

SORAIA: Cadê as pessoas dessa casa?

VALENTINA: O Rodrigo acabou de chegar da praia e o seu Otávio saiu logo depois da senhora.

SORAIA: Onde ele foi?

VALENTINA: Isso eu não sei.

SORAIA: Quando o meu marido for sair e eu não estiver em casa, pergunte. Eu não te pago para ser incompetente.

VALENTINA: Desculpe. Irei começar a fazer isso a partir de hoje.

SORAIA: E ande logo com esse almoço pois estou morrendo de fome.

SORAIA sai da cozinha e VALENTINA respira fundo de raiva. Corta para:

CENA 5 – INT. / CASA DE HELENA – QUARTO DE ISABELA – DIA.

ISABELA e RENAN deitados na cama conversando. 

RENAN: O que você e sua mãe estavam conversando antes de eu chegar?

ISABELA: Nada de importante.

RENAN: Tem certeza?

ISABELA: Por que a pergunta?

RENAN: Porque eu acabei ouvindo a conversa.

RENAN acaricia o rosto de ISABELA que quase cede, mas afasta a mão do amigo.

ISABELA: A gente já conversou sobre isso, Renan.

RENAN: A gente se ama, sempre nos amamos. Qual é o problema em viver isso? Porque você não me deixa te fazer feliz?

ISABELA: Você já me faz feliz. Nós somos melhores amigos desde sempre e não vai ser agora que vamos estragar isso com esse lance. E se não der certo? Eu prefiro ter sua amizade, do que simplesmente ter que te afastar da minha vida.

HELENA abre a porta e os dois ficam em silêncio. 

HELENA: O almoço está quase pronto, mas antes, vou dar uma saída rápida.

ISABELA: Aonde você vai?

HELENA: Estou com vontade de tomar um vinho, mas não tem nenhum em casa. Vou ir comprar rapidinho e já volto.

ISABELA: Você quer que a gente vá?

HELENA: Eu vou de carro rapidinho. Fiquem tranquilos! E juízo.

HELENA sai e fecha a porta do quarto. Corta para:

CENA 6 – INT. / CASSINO CLANDESTINO – DIA.

Em uma mesa de jogos, OTÁVIO e NORBERTO jogam. OTÁVIO apostando todo o seu dinheiro e ganhando a rodada.

OTÁVIO: Eu falei que estava com sorte hoje.

Ele pega o seu dinheiro e se levanta.

NORBERTO: Já vai desistir? Se você está com tanta sorte, porque ir embora agora?

OTÁVIO: Hoje eu não posso demorar, mas amanhã eu volto.

NORBERTO: Conversinha fiada. Admite que está com medo de perder. Você sabe, né? Isso aí não é nem metade do que você deve aqui na casa.

OTÁVIO: Mas pelo menos é um começo, não é mesmo?

OTÁVIO se vira para ir embora e NORBERTO ri.

NORBERTO: Ei, só toma cuidado. Você não está lidando com amadores e o tempo está ficando curto.

OTÁVIO vira para NORBERTO e o encara.

OTÁVIO: Isso é uma ameaça?

NORBERTO: Entenda como quiser. Tic, tac… tic, tac…

OTÁVIO deixa NORBERTO falando sozinho e sai. Corta para:

CENA 7 – INT. / CASA DOS MARINHO/QUARTO DE RODRIGO – DIA.

RODRIGO deitado na cama com seu fone no ouvido conversando com JONAS por mensagens no celular sobre uma festa na casa de SABRINA. SORAIA entra no quarto sem bater.

RODRIGO: Você não sabe bater na porta?

SORAIA: Vamos almoçar juntos hoje.

RODRIGO: Não estou com fome.

SORAIA senta nos pés da cama e acaricia a perna do filho.

RODRIGO: O que você quer?

SORAIA: Eu quero almoçar junto com o meu filho.

RODRIGO: Desde quando você se importa com essas coisas?

SORAIA: E quando você vai para de ser um péssimo filho?

RODRIGO: Posso ficar sozinho? Aproveita e feche a porta quando sair.

SORAIA (grita): Em dez minutos o almoço estará servido, se você não estiver na mesa comigo, voltarei aqui e tirarei tudo o que é de importante para você. Começando por esse celular, o computador e a porta.

RODRIGO: Ficou louca?

SORAIA: É só fazendo papel de louca que você me escuta, então sim, eu fiquei louca.

SORAIA sai do quarto e bate a porta com força. Corta para:

CENA 8 – EXT. / AVENIDA – DIA.

Ao som de “De Mais Ninguém – Jullie part. Ju Martins“, aparece o trânsito parado e aos poucos mostrando o motivo do engarrafamento. Revela-se o carro de HELENA capotado e as pessoas ao redor comentando que a mulher desviou de um cachorro. No carro, seu rosto ensaguentado e ela desacordada. A ambulância chega. Corta para:

CENA 9 – INT. / CASA DE HELENA/QUARTO DE ISABELA – DIA.

A música continua. Em uma cena que tem apenas a música de fundo, ISABELA atende o celular e seus olhos enchem de lágrimas ao receber a notícia sobre o acidente da mãe. Foca no rosto de ISABELA. Corta para:

FIM DO CAPÍTULO 1 

Curtiram o capítulo? Deixe sua opinião nos comentários, ou em uma mensagem privada, temos também twitterfacebook… um escritor não é nada sem os leitores. Sua opinião é importante!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here