Jantar Secreto – Raphael Montes | Resenha do livro

Até que ponto o ser humano pode chegar quando se chega em uma situação extrema? Confira a review do livro escrito por Raphael Montes.

0
289
portal-comenta-jantar-secreto--raphael-montes--resenha-do-livro
Foto: Divulgação

Eu, que sou leitor assíduo de Nicholas Sparks e do seu gênero, acabei de ler meu segundo livro policial na vida. Terminei de ler o excelente “Jantar Secreto” do Raphael Montes, que termina de uma forma surpreendente, diga-se de passagem, perturbado com toda violência em torno do canibalismo gourmet, principal assunto da história. Na trama, quatro amigos,que vieram estudar e tentar uma vida melhor no Rio de Janeiro, encontram-se cheios de dívidas. São eles: Dante, que cursa administração, porém acaba trabalhando, de maneira infeliz, como vendedor numa livraria. Hugo, que cursa gastronomia, mas não consegue nenhum emprego digno dos seus dotes culinários. Miguel é estudante de medicina e o que tem futuro mais promissor, fazendo residência em um hospital público. E Leitão, que abandonou o curso de Ciência da Computação, tem problemas internos, engorda cada dia mais, vivendo em frente ao computador. Então para quitar tais dívidas, eles resolvem promover jantares secretos para clientes ricos com uma gastronomia bem peculiar, pois eles oferecem no cardápio a carne mais saborosa do mundo, a humana.

            O livro é narrado em tom de confissão por um dos quatro rapazes e a cada página, enfrentamos tensão, humor negro, sarcasmo genial, sangue, com diálogos rápidos e precisos. Apesar disso é uma trama sofisticada e o principal ingrediente, é a ótima escrita do Raphael, que se consagra, mais uma vez, como o maior ficcionista da atualidade na nossa literatura. O escritor carioca, que já falou de amor obsessivo e psicopatia, no livro anterior “Dias Perfeitos”, que também foi lido por mim, agora escolhe o sentido do paladar para explorar assuntos como tráfico de órgãos, corrupção e saúde pública e, ainda, sobre os limites da juventude em prol dos seus interesses. Raphael Montes ainda nos deixa a reflexão do processo que a “carne” sofre, até chegar aos nossos pratos, ou seja, seria hipocrisia criticar o menu da refeição dos amigos? “Jantar Secreto” mostra a que ponto o ser humano pode chegar em uma situação extrema. Mas será que existe limite? Descubra, devorando o livro.

Uma resenha escrita por Delduque Avelino

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here