Floribella | Coluna Nostalgia

Sucesso dos anos 2000, Floribella foi protagonizada por Juliana Silveira e marcou uma geração. Relembre na coluna Nostalgia!

0
359
portal-comenta-floribella--coluna-nostalgia
Foto: Juliana Silveira/Divulgação

Floribella foi uma telenovela escrita por Patrícia Moretzsohn e Jaqueline Vargas, a direção ficou a cargo de Elizabetta Zenatti Sacha e a obra foi livremente inspirada na telenovela argentina Floricenta de Cris Morena. Foi produzida e exibida pela Rede Bandeirantes entre 04 de abril de 2005 a 12 de agosto de 2006,e contou com 344 capítulos divididos em duas temporadas.

portal-comenta-floribella--coluna-nostalgia
Foto: Roger Gobeth; Juliana Silveira/Divulgação

Em sua primeira a temporada, a história girou em torno de Maria Flor (Juliana Silveira), órfã de mãe, a mesma acredita que o marinheiro Eduardo (Camilo Bevilacqua) seja seu pai e que um dia ele volte para revê-la, mas na verdade Flor, é filha de um empresário muito rico e já falecido, Armando Bittencourt. Porém a jovem irá enfrentar as maldades da ambiciosa Malva (Suzy Rêgo), que fora casada com seu pai biológico e que teve duas filhas, a mimada Delfina (Maria Carolina Ribeiro) e a atrapalhada Sofia (Drica Rabello).

portal-comenta-floribella--coluna-nostalgia
Foto: Suzy Rêgo; Maria Carolina Ribeiro/Divulgação

Após ser despejada da pensão onde vivia, Flor, se vê obrigada a reconstruir sua vida e acaba indo trabalhar como assistente da governanta alemã Helga (Vic Amor Militello), na casa dos Fritzenwalden. Sua função é cuidar de Joaquim (João Vithor Oliveira), João Pedro (Johnny Massaro), Bruna(Mariah Rocha de Moraes), Alberto (Gabriel Lasmar), Augusto (Gustavo Leão) e Olívia (Juliane Trevisol) irmãos de Frederico (Roger Gobeth), um jovem severo, rígido e infeliz com o destino que sua vida tomou, mas o mesmo descobre a alegria ao conhecer Flor, e ambos se apaixonam, vivendo assim um lindo conto de fadas.

portal-comenta-floribella--coluna-nostalgia
Foto: Mario Frias; Juliana Silveira/Divulgação

Já na segunda temporada, Fred é dado como morto após um acidente aéreo, mas antes do pior acontecer, ele nomeou o futuro rei de um país chamado Krigoragán, dono de suas empresas e tutor de seus irmãos, o Conde Máximo Augusto Calderón de Alicante (Mário Frias). Por sofrer uma grande decepção amorosa, o conde não consegue sentir empatia a ninguém, se tornando assim um homem profundamente egoísta. O mesmo rejeita a tutela dos jovens, o que deixa Flor apreensiva, mas com o passar dos capítulos, a heroína da história fará o conde ver o mundo com outros olhos e os dois descobrem-se apaixonados.

portal-comenta-floribella--coluna-nostalgia
Foto: Elenco da 2º temporada/Divulgação

Após um hiato de seis anos, a Band voltou a apostar em teledramaturgia, e o que a emissora não esperava era que Floribella fosse responsável por um dos maiores êxitos de sua história. Com características simplórias, texto leve, com personagens carismáticos e com clipes musicais, a novela conseguiu cativar o público infanto-juvenil tornando-se em uma ‘febre’.

Audiência:

portal-comenta-floribella--coluna-nostalgia
Foto: Juliana Silveira; Maria Carolina Ribeiro/Divulgação

Com uma meta imposta pelos diretores da Band de 5 pontos no quesito audiência, Floribella não fez feio e fechou com uma média de 4 pontos, o dobro do folhetim anterior, Meu Pé de Laranja Lima (1998).

Produtos Licenciados:

portal-comenta-floribella--coluna-nostalgia
Foto: Juliana Silveira/Divulgação

Com o grande êxito que a trama teve, a Band comercializou inúmeros produtos como álbum de figurinhas, material escolar, doces, bonecas e o famoso tênis da Flor, o bamba da sorte.

Trilha Sonora:

portal-comenta-floribella--coluna-nostalgia
Foto: Trilha Sonora 1 e 2

Tendo a música como o fio condutor, ao longo de sua exibição foi lançado dois álbuns gravados em estúdio e dois dvds, alcançando uma vendagem acima do esperado. Para se ter uma ideia, o primeiro álbum, Floribella, foi certificado pela Associação Brasileira dos Produtores de Discos (ABPD) com disco de platina, pelas vendas totais de 170 mil cópias, e o segundo disco intitulado Floribella 2: É Pra Você Meu Coração, alcançou a marca de 100 mil cópias, ficando com o disco de ouro. Das faixas, destaco: Floribella, Porque, Tic-Tac, Pobre dos Ricos, É Pra Você Meu Coração e Te Sinto.

portal-comenta-floribella--coluna-nostalgia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here