Cara & Coroa | Coluna Nostalgia

Relembre a novela Cara & Coroa, trama de Antônio Calmon que tinha Christiane Torloni como protagonista

0
267
portal-comenta-cara--coroa--coluna-nostalgia

Iguais por fora e diferentes por dentro, o contraste entre as sósias Vitória e Fernanda (Christiane Torloni), que no desenrolar da história descobrem que são irmãs foi o mote central da novela Cara & Coroa .Escrita por Antônio Calmon, a trama teve a direção geral de Wolf Maya foi produzida e exibida entre 24 de julho de 1995 a 29 de março de 1996 às 19hs pela Rede Globo e contou com 213 capítulos.

portal-comenta-cara--coroa--coluna-nostalgia

Fernanda, “a gêmea má”, abandona Rubinho (Luís Mello) no altar para ficar com Miguel (Victor Fasano), juntos eles tiveram um filho, Pedro (Thierry Figueira), mais tarde a mesma troca Miguel pelo seu irmão, o inescrupuloso Mauro (Miguel Falabella). Com um relacionamento desgastado e infeliz, Fernanda descobre que “seu marido” mantém um caso com Heloísa (Maitê Proença), disposta a pôr um fim nessa situação, Fernanda atira em Mauro, porém acerta um desconhecido e acaba presa pelo crime cometido.

Fernanda conhece Vitória, “a gêmea boa”, na cadeia. Conhecida como Vivi, a moça idêntica à ela está presa por um assalto que não cometeu. Os anos se passam e Fernanda descobre que Mauro e Heloísa estão casados, a notícia cai como uma bomba em sua vida e isso leva a mesma a sofrer um derrame. Diante dessa situação, os vilões da trama internam Fernanda numa clínica e obrigam Vivi a se passar pela, até então sósia, no intuito de se apoderarem dos bens que Fernanda irá receber ao se divorciar de Miguel.

Com o passar dos capítulos, Vivi foi ajeitando a vida conturbada que Fernanda mantinha, e para isso contou com a ajuda de Margot (Rosi Campos), juntas conseguiram libertar Fernanda da clínica e mais adiante descobrem que são irmãs. Descobrem também que sua mãe Guilhermina (Marilena Ansaldi), abandonou Vivi por ser muito pobre.

portal-comenta-cara--coroa--coluna-nostalgia

A novela contou também com as participações de Lúcia Veríssimo, Marcos Paulo, Carlos Zara, Alessandra Negrini, Marcio Garcia, Natália Lage, Louise Cardoso, Arlete Sales, Mauro Mendonça e um grande elenco.

Prestes a estrear, Calmon explicou à Folha de São Paulo o que buscava com Cara & Coroa, “Estou seguindo o modelo de novelão, com o clichê da troca de identidade (…). Comecei a me sentir mal de fazer coisas só para jovens. Para me renovar, resolvi mudar a temática”.

PRODUÇÃO:

Para as cenas em que as sósias Fernanda e Vivi contracenavam, foi usado o chroma key (sobreposição de imagens com um fundo comum) e o memory-head (recurso através do qual é possível se registrar os movimentos de câmera de maneira que possam ser repetidos depois de forma precisa). O mesmo processo garantiu os encontros das gêmeas Ruth e Raquel em Mulheres de Areia (1993), ambas vividas por Glória Pires. (Fonte: site Memória Globo.)

Já as sequências na cadeia foram gravadas no presídio do Carandiru, em São Paulo, e em estúdio, enquanto a fictícia cidade de Porto do Céu foi rodada em Búzios, no Riode Janeiro. Cara & Coroa marcou a estreia de Luís Mello, Juliana Baroni, Heitor Martinez e Marcos Pasquim.

AUDIÊNCIA:

portal-comenta-cara--coroa--coluna-nostalgia

A sua média geral foi de 40 pontos, um grande sucesso para o horário que exigia 35.

TRILHA SONORA:

portal-comenta-cara--coroa--coluna-nostalgia

A trilha sonora de Cara & Coroa é uma das mais queridas dos amantes de novelas. Repleta de sucessos nacionais e internacionais, destaco: Um Segredo e Um Amor (Jorge Vercilo), Um Homem Em Volta do Mundo (Ritche), Tocar Você (Edmon), Primeiros Erros (Simony), Save Me Now (Andru Donalds), Over My Shoulders (Mike + The Mechanics), La Solitudine (Renato Russo), Beautiful (Marillion) e Close To You (Whigfield).

portal-comenta-cara--coroa--coluna-nostalgia

ABERTURA:

A abertura de Cara & Coroa foi gravada no Caribe e contou com a participação da até então modelo Susana Werner, onde aparecia nadando e atravessando alguns espelhos. “Voltei até moreninha do Caribe. Foi a única vez na vida que consegui um bronze. O tempo voa”, destacou Susana ao site UOL em 2015, ainda nesta entrevista a mesma relembra com carinho sua estreia na televisão: “Atravessando o espelho… Oh saudade!!! Foram dias e horas de nado, mas eu tinha energia de sobra”.

Logo após este trabalho, Susana fez sua estreia como atriz em algumas produções da Rede Globo, mas seu primeiro papel de destaque deu-se na segunda temporada de Malhação (1996).

portal-comenta-cara--coroa--coluna-nostalgia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here